Acessibilidade

A + A A -
Sexta-feira, 03 de Março de 2017 17:50 Saúde

Prefeitura notifica gestora da UPA devido à paralisação de médicos

Um dia após reunião entre Prefeitura e Sindicato Médico, médicos da UPA não comparecem ao trabalho | Paralisação se deveu à falta de pagamento da organização que administra a unidade da Scharlau

Reunião Simers Foto: Foto: Charles Dias Reunião Simers

Na manhã desta sexta-feira, 3 de março, dois clínicos gerais e um médico pediatra não compareceram ao trabalho na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Scharlau. A paralisação não foi informada nem ao Sindicato Médico (Simers) nem à Prefeitura de São Leopoldo. De acordo com o secretário municipal de Saúde Marcel Frison, “os motivos apresentados é de que os médicos não estão recebendo os salários em dia e/ou recebendo por RPA (recibo de pagamento a autônomo  por hora trabalhada – o que é irregular, pois deveriam ser contratados conforme a CLT”.

A irregularidade nos pagamentos aos médicos é da Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Futura, que dirige a UPA da Scharlau. “A Prefeitura já destinou R$ 1 milhão em dois meses de governo, em torno de R$ 500 mil por mês – enquanto o governo anterior, por exemplo, destinou R$ 4 milhões em quatro anos”, explica o secretário de Saúde. Para Marcel Frison, o esforço é para deixar as contas em dia e fazer com que a UPA tenha um bom atendimento e a Oscip Futura Saúde tenha condições de pagar seus profissionais.  “Nós estamos fazendo toda a nossa parte. Infelizmente, a Futura não tem remunerado adequadamente seus profissionais e gera este tipo de problema.”

Prefeitura já notificou a empresa que administra a UPA

A empresa Futura Saúde foi notificada pela Prefeitura na tarde de sexta-feira, 3 de março, “em razão de irregularidades encontradas no cumprimento do Termo de Parceria”. A intenção, de acordo com a Secretaria da Saúde, é de que os médicos voltem imediatamente ao trabalho. “Se não retomarem o trabalho, vamos multar por dia parado. Conforme prevê o contrato, se o serviço não for retomado, nós vamos romper a parceria e abrir um processo de contratação emergencial de outra gestora para a UPA”, diz Marcel Frison.

Segundo o diretor de Média Complexidade da Secretaria da Saúde, Marco Aurélio Cruz da Silva, após receber a notificação da Prefeitura, a coordenadora da Oscip Futura Saúde informou que até às 20h de sexta-feira seria normalizada a prestação de atendimento médico na unidade da Sharlau.

A Secretaria da Saúde informa também que, caso não se restaure a normalidade do atendimento na UPA da Scharlau, a população deve se dirigir ao Centro de Saúde da Campina (Av. Henrique Bier) – onde haverá reforço do plantão médico.

 

 Prefeito recebeu representantes do Simers na quinta-feira | Encontro teve como pauta a situação da UPA Scharlau

Com capacidade para realizar 400 atendimentos diários, a UPA Scharlau ainda não consegue atingir esse número. A falta de linhas de transporte e a cultura de buscar sempre o hospital são apontados como causas. Na manhã de quinta-feira, 2 de março, o prefeito Ary Vanazzi debateu alternativas para o setor com o diretor do Simers, o médico William Adami, com a assessora jurídica Denise Teixeira e com o secretário da Saúde Marcel Frison. Outro assunto abordado foi a gestão da empresa Futura, que não tem agradado nem ao sindicato médico nem à Prefeitura. Os atrasos nos salários e na compra de insumos preocupam.

“A UPA é um reflexo do conjunto da nossa saúde. Gastamos 41% do orçamento e não temos o retorno esperado. Por isso estamos passando um pente fino em todos os contratos”, ressaltou Vanazzi. Para que a população aproveite mais os serviços oferecidos, o prefeito se comprometeu a negociar com as empresas de ônibus novos itinerários para facilitar o acesso à unidade.

O secretário Marcel Frison pediu prazo até o final do mês para que sejam concluídos os estudos sobre a real situação financeira da pasta. “A Upa Scharlau vai ter uma gestão que atenda as necessidades da comunidade dentro dos gastos estipulados, diferentemente do que ocorre hoje”, ressaltou. Frison quer também atendimento eficiente nos casos de menor gravidade, classificados como verde (espera de no máximo 2 horas) e azul (espera de até 4 horas).

Sobre a UPA

A UPA Zona Norte, está localizada na Avenida Leopoldo Albino Scherer, 374, no bairro Scharlau, e oferece atendimentos de urgência e emergência nas áreas de clínica geral e pediatria, traumáticas, exames laboratoriais, eletrocardiogramas e radiológicos, além de 20 leitos de observação. A unidade é classificada como modelo III, ou seja, de maior complexidade. Iguais a ela existem apenas outras três no Estado: nas cidades de Santa Maria, Bento Gonçalves e Porto Alegre.

 

[LEGENDA DA FOTO: Prefeito Ary Vanazzi e secretário de Saúde Marcel Frison recebem representantes do Sindato Médico do RS (Simers)]

Foto: Charles Dias - Decom/PMSL

 

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h