Acessibilidade

A + A A -
Terça-feira, 14 de Maio de 2019 16:26

Representantes da Cooperativa Coohap e Movimento Nacional de Luta pela Moradia reúnem-se com secretário da Habitação

secretário de Habitação, Nelson Spolaor, recebeu representantes daCooperativa Coohap e representantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, para tratar sobre o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e sobre os moradores que vivem nos arredores de valas, no bairro Santos Dumont.

Para Spolaor, a prioridade é retirar as famílias que moram aos arredores de valas: “Em primeiro lugar, precisamos fazer a demarcação da rua. Sempre defendi que o nosso acordo precisa ser dentro do TAC, sob a chancela do Ministério Público, porque dá guarida para todos”, falou.

A arquiteta designada pelo Ministério Público, Adriana Chacal, que vem acompanhando os projetos dentro do TAC, complementou: “Nos procuraram para fazer a medição e localizar os quatro hectares de terra, mas só podemos fazer a localização se o terreno estiver dentro do TAC.”, afirmou.

Segundo Spolaor, oito hectares de terra serão divididos na mesma proporção entre a Coohap e o Movimento de Luta pela Moradia para buscar recursos do Minha Casa, Minha Vida: “A secretaria de Habitação está tratando com a Coohap a aquisição de quatro hectares de terra. A cooperativa se comprometeu a reassentar as famílias que moram no entorno da vala para que as devidas manutenções sejam realizadas e futuros alagamentos sejam evitados. Com a retirada das famílias será possível tratar sobre o tema de regularização fundiária da outra área da Coohap, que envolve cerca de 1.500 famílias”, disse.

A parte inicial já se pronunciou e homologou o acordo e a negociação foi encaminhada agora, para que fique tudo junto na chancela do TAC.

 

[Texto: Sabrina Nascimento - estagiária da SDS | Jornalista Responsável: Aline Marques – MTb: 8929 | Scom/PMSL]

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h