Acessibilidade

A + A A -

Parque Imperatriz Leopoldina

Parque Imperatriz
 
Endereço: Avenida Imperatriz Dona Leopoldina, 900, bairro Pinheiro 
Telefones: 
3568-7539 - Arborização
3588-6446 - Administrativo
3572- 0534 - Viveiro
3592-3087 - Jardim Botânico
 
Horário de funcionamento: O parque está aberto, diariamente, das 7h às 19h. O atendimento ao público ocorre das 10h às 16h. 

O Parque Natural Municipal Imperatriz Leopoldina foi inaugurado no dia 8 de dezembro de 2006. Ele possui, aproximadamente, 174 hectares, sendo toda a unidade de conservação constituída de Áreas de Preservação Permanente (APP).
 

 

Neste espaço são realizadas trilhas ecológicas com o objetivo de oportunizar ao visitante a vivência e a reflexão de um conjunto de aspectos, naturais ou não, do seu entorno.
A outra parte é composta pela área de lazer, onde a população de São Leopoldo pode desfrutar de 5 conjuntos de churrasqueiras, 2 canchas de bocha, 2 quadras de vôlei e 1 quadra de futebol.

 

A vegetação apresenta-se bastante alterada pela ação antrópica, pois se trata de uma área antes ocupada por famílias de catadores de lixo, cuja atuação, no local, causou grandes impactos, tais como desmatamentos, acúmulo de lixo (1194 toneladas de lixo foram retiradas do Parque Imperatriz Leopoldina, quando da 1ª fase de sua desocupação), lançamento de esgoto doméstico, entre outros.

Uso dos equipamentos
Os equipamentos deverão ser solicitados com antecedência junto à sede administrativa do Parque Imperatriz, localizada na avenida Imperatriz Dona Leopoldina, 900, bairro Pinheiro, ou pelo telefone: (51) 3568 7539.

Trilha ecológica
Os participantes devem estar no parque com 30 minutos de antecedência. O trajeto da trilha corresponde a aproximadamente dois quilômetros. Em caso de chuva ou período de alagamento da área, os trilheiros poderão utilizar a trilha alternativa, com cerca de 800 metros.
Mais informações sobre a trilha ecológica podem ser obtidas pelo telefone 3568 7539 (veja link folder trilha ecológica abaixo).

Estações

Estação Meteorológica - São feitas leituras duas vezes ao dia, às 9h e às 15h. Estas leituras incluem a do termômetro (temperatura mínima, temperatura máxima, termômetro seco, termômetro úmido), a da precipitação pluviométrica e também a observação da biruta, a qual indica a direção do vento.
Ao compararmos o resultado da leitura do termômetro seco e úmido (a partir de uma tabela), temos a porcentagem da umidade relativa do ar.

 

Pontilhão sobre antigo leito do arroio Kruze - Antigamente o arroio Kruze passava por ali. Ele foi desviado para evitar o acúmulo de sedimentos nas bombas do Semae. Atualmente, ele desemboca no rio dos Sinos, após o ponto de captação existente, junto ao nosso rio.

 

Piezômetro - Permite a análise da qualidade da água do lençol freático, para verificar se há alguma contaminação. Ele também marca o início da trilha alternativa.

 

Floresta estacional semidecidual - É a vegetação típica de nossa cidade, onde o clima é classificado como úmido e caracterizado por cheias periódicas. As folhas caem e viram matéria orgânica. O conceito fisiológico de semidecidual se refere à fração destas folhas que caem no período frio do ano (20 a 50% das árvores perdem suas folhas). Este processo é conseqüência do frio, predominante na região por quatro meses por ano.

 

Rio dos Sinos - É considerada como de preservação permanente toda vegetação ao longo dos cursos d'água, em largura mínima de 30 metros de cada lado. A mata ciliar funciona como os cílios de nossos olhos, protegendo o rio do acúmulo de resíduos, que causam, por exemplo, seu assoreamento.

 

Bromélias - Servem como microhabitat para diversos pequenos animais. A própria estrutura da bromélia permite o armazenamento de água e nutrientes para esses pequenos animais.

 

Viveiro Municipal - Nele ficam armazenadas as mudas de espécies de plantas nativas recebidas por compensação vegetal. Também lá são produzidas novas mudas. Elas são utilizadas para a arborização urbana e doações. Vale lembrar que o corte e as podas de árvores somente são efetuados ou permitidos com autorização, após vistoria.

 

Figueira: No final da trilha ecológica, temos uma das mais antigas árvores do Parque Imperatriz. Estima-se que esta Figueira (Ficus organensis - Moraceae) tenha mais de 100 anos. A Figueira é uma árvore nativa, de grande porte, sendo uma espécie especialmente protegida por lei - imune ao corte.

 

Acesse nos arquivos abaixo os decretos e leis sobre o Parque Natural Imperatriz Leopoldina, o fôlder da trilha ecológica e o spot de chamada para a inauguração.

Acompanhe mais informações sobre o parque nas notícias deste site.

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 10h às 16h