Acessibilidade

A + A A -
Quinta-feira, 10 19:36

Prefeitura de São Leopoldo dialoga com Sindicato das Indústrias sobre a vacinação contra a covid-19 para os seus trabalhadores

 

Na quarta-feira, 9 de junho, o secretário municipal de Saúde, Marcel Frison, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turístico e Tecnológico, Juliano Maciel, receberam os presidentes do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico (Sindimetal) Sérgio de Bortoli Galera, e do Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha (Sinborsul), Gilberto Brocco.  A reunião tratou sobre o processo de imunização contra a covid-19 em São Leopoldo, especialmente sobre a importância da vacinação dos funcionários das indústrias.

 

De acordo com o secretário Marcel Frison, até o momento, dentro do do Plano Nacional de Imunização (PNI), São Leopoldo já garantiu a vacinação de todas as pessoas acima de 50 anos, com calendário divulgado até a próxima terça-feira, 15 de junho. Assim como foi o primeiro município de grande porte a concluir a vacinação de todos os professores e demais trabalhadores da educação, bem como já foram vacinados profissionais de saúde, da limpeza pública urbana, da segurança pública, do transporte coletivo de passageiros, vans escolares, além de pessoas com comorbidades e demais grupos prioritários. 

 

Marcel Frison ainda apontou que um dos maiores problemas para o avanço em massa da vacinação está ligado à lógica de distribuição das vacinas pelo Governo Federal. “O problema real é que o país não comprou no tempo certo vacina para toda a população, essa lógica de aquisição e distribuição, pela primeira vez nos apresentaram um cronograma de chegada de doses, o que está permitindo uma melhor organização de vacinar os grupos com um calendário e previsibilidade, de acordo com o Programa Nacional de Imunizações”. 

 

Segundo Frison, a lógica de vacinação mudou e também mudou a lógica de distribuição. “Começamos a receber doses de acordo com a quantidade de idade que se tem conforme o Censo do IBGE e outros indicadores de população”, explicou o secretário. Pelos dados do Caged, do Ministério da Economia, há na cidade 19 mil trabalhadores da industria. 

 

Para Sérgio de Bortoli Galera, presidente do Sindimetal a vacinação dos funcionários do ramo representa grandes avanços na vacinação geral e no cuidado para com os habitantes do município.  “A saúde do trabalhador é a saúde da empresa'', destacou.

 

“O encontro dos representantes da indústria com o Governo Municipal é mais um passo dentro dessa nossa construção de diálogo permanente entre o poder público e o setor produtivo. Isso vai fazer com que avancemos muito na abrangência da vacinação da cidade para que a gente possa chegar o mais rápido possível a um patamar que nos garanta uma imunização maior da população, que nos traga possibilidade de retomada das atividades”, destacou o secretário Juliano Maciel.

 

Ficou definido pelo encontro que os representantes das indústrias farão um levantamento dentro do seu quadro funcional, para avaliar quantos residem na cidade, saber quantos já tenham se vacinado por se enquadrarem em outros critérios do PNI, para que a partir desse levantamento a Semsad possa organizar o calendário de vacinação dos trabalhadores do setor.

 

Também participaram do encontro os representantes das empresas Gedore, Stihl, Taurus, Bins, Copé, Mercobor e ITECE, além dos secretários-adjuntos Diego Pitirini (Semsad) e Mário Rosito (Sedettec).

 

[Texto e fotos: Rafaella Schardosim – estagiária Sedettec. Jornalista Responsável: José Luís Zasso. Mtb 17.341 | Scom/PMSL]

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h