Acessibilidade

A + A A -
Quarta-feira, 07 de Abril de 2021 13:42

São Leopoldo vai investir R$ 6 milhões em drenagem no Jardim Viaduto

A Prefeitura de São Leopoldo vai investir R$ 6 milhões de recursos próprios em obras de drenagem pluvial no loteamento Jardim Viaduto, bairro Scharlau. O anúncio foi feito pelo prefeito Ary Vanazzi em uma reunião virtual com a moradores da região organizada pela Secretaria Municipal do Orçamento Participativo (Semop) que ocorreu na terça-feira, 06 de abril. A obra envolverá três etapas e tem previsão de três anos para a conclusão. A execução é por conta da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Semov) e terá início na quarta-feira, 07 de abril.

A primeira fase envolve a construção de uma nova galeria de drenagem com 2x3m de diâmetro na avenida Atalíbio T. de Resende, entre a avenida Thomas Edison e a rua Niterói. Nessa etapa serão investidos R$ 2 milhões e a expectativa é de 4 a 5 meses para a conclusão.

O prefeito Vanazzi reiterou o compromisso da sua gestão em qualificar a infraestrutura da cidade. “Desde o início do mandato anterior em 2017 trabalhamos para melhorar a condição precária que recebemos a cidade. Investimos em pavimentação, limpeza, roçada, iluminação e na drenagem. Na região do Jardim Viaduto fizemos umas ações paliativas e agora teremos um trabalho mais consistente para minimizar os alagamentos. É a maior obra que vamos realizar na região”, afirmou Vanazzi.

O diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Olindo Flores da Silva, Silvio Nei Machado, saudou a iniciativa e parabenizou o governo pelo trabalho. “É uma obra que vai beneficiar diversas pessoas, uma vez que os alunos da escola são oriundos de diversos bairros. Tivemos vários prejuízos, tanto pedagógicos quanto matérias por conta dos alagamentos. Várias vezes a escola precisou ser evacuada porque a água invadia o prédio danificando equipamentos e encerrando as aulas”, frisou.

Já o secretário de Obras e Viação, Geraldo Passos, explicou como será a execução da obra. “Será um trabalho complexo que se fosse mais simples já teria sido resolvido. Trata-se de um planejamento do governo e teremos que atuar de forma pontual uma vez que os recursos são escassos. Serão três etapas com a construção de uma galeria de 2x3m entre a rua Niterói e a avenida Thomas Edison. Na segunda fase vamos fazer uma canalização de 1.200 milímetros entre as ruas Niterói e Iguaçu. Por fim, até a rua Sergipe com a instalação de uma tubulação também de 1.200 de tubulação", apontou.

A titular da Semop, Angélica Severo, lembrou que foi feita uma macrodrenagem na Atalíbio e não foi suficiente para melhorar as condições de drenagem. “Agora estamos trabalhando com recursos próprios para minimizar os alagamentos nessa região. A Articulação entre o governo e a comunidade, através desta reunião virtual é uma forma de manter este diálogo franco. Por orientação do prefeito Vanazzi, vamos criar uma comissão entre o OP e a comunidade para acompanhar o andamento da obra”, revelou.

Também participaram da reunião os secretários Geral de Governo, Nelson Spolaor; de Segurança Pública e Defesa Comunitária, Nestor Schwertner; a vereadora Iara Cardoso (PDT); o vereador Rafael Souza (PDT), e integrantes da gestão municipal e da comunidade local.

[Foto: Valentin Thomaz. Mtb 19.048 |Texto: Rodrigo Machado – Jornalista. MTb 14.433 |Scom/PMSL]

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h