Acessibilidade

A + A A -
Segunda-feira, 02 17:01

Em processo final para implementação, efetivo da Deam é apresentado

Foto: Valentin Thomaz

Na segunda-feira, 2 de dezembro, aconteceu a apresentação de efetivo da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de São Leopoldo. A cerimônia foi marcada por muita emoção e comemoração pela conquista após 25 anos de luta. A Deam está em processo final para iniciar os atendimentos no município e contará com nove agentes da Polícia Civil, além da Delegada titular, Michele Arigony.

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, ressaltou a necessidade de um olhar coletivo para construir políticas públicas para mulheres. Vanazzi salientou que só existem índices de violência contra a mulher no município porque há acompanhamento: “Os dados de violência aparecem porque são registrados e isto acontece por causa dos serviços realizados para conscientização e orientação da população”, comentou.

O Diretor da 3° Delegacia Regional Metropolitana (3° DPRM), Delegado Eduardo Hartz, reforçou a importância do investimento do município na conquista da Deam. Para garantir a implementação da Deam, o município destina R$ 15 mil mensais para custeio do aluguel do local. Esta foi uma condição proposta pelo prefeito Ary Vanazzi para firmar um compromisso entre o município e o governo estadual. Até o final de 2020, serão destinados R$ 281 mil para despesas de aluguel, IPTU e seguro.

“A Deam é um anseio antigo da comunidade Leopoldense que hoje podemos comemorar. É uma grande conquista para São Leopoldo e para a Polícia Civil”, afirmou Eduardo Hartz.

A vice-prefeita, Paulete Souto, a secretária de Políticas para Mulheres, Vanessa Saraiva, a Vereadora Ana Afonso e a Diretora de Polícia Metropolitana (DPM), Adriana Regina da Costa, desejaram boas vindas ao efetivo da Deam.

Após a apresentação, a exposição de fotos “O Silêncio Também é uma Arma” foi aberta oficialmente no saguão do prédio do Centro Administrativo. A exposição ficará no local até o dia 6 de dezembro e busca incentivar mulheres vítimas de agressões a não se calarem. Nas fotografias, são retratados objetos de apreensões dos inquéritos policiais que foram utilizados para ameaçar ou para lesionar mulheres.

A exposição de fotos é da Deam de Canoas e foi idealizada pela delegada Carolina Funchal Terres.

Também participaram da cerimônia representantes do governo municipal a presidenta do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres (Comdim), Antoninha Della Mea Lima, representantes da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, Juíza e Promotora do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Michele Scherer Becker e Marcela Romera, e representantes da Polícia Civil.

[Foto: Valentin Thomaz - MTb 19.048 | Texto : Patrícia Wisnieski |Estagiária da Sepom |Jornalista responsável: Aline Marques - MTb - 8.929 |Scom/PMSL]

 

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h